Segurança do trabalho rural

Ensaios

Segurança do trabalhador rural O mercado dos grandes centros no Brasil e do mundo não exige apenas resultado de produtividade, mas também uma gestão com qualidade total, respeito ao meio ambiente, segurança do trabalho e saúde ocupacional.

O Sistema de Gestão de Segurança e Saúde Ocupacional (SGSSO) torna-se, assim, uma ferramenta para redução de perdas no processo produtivo das empresas agroindústrias, pois é uma exigência legal, conforme a: • Lei no 6514/77, de 22 de dezembro de 1977, Capítulo V, do Titulo II da Consolidação da ?? Portaria no 3214, de I OF4 lativa à aprovação as Normas do Capítulo V (da Lei 6E1 Swipe nentp Regulamentadoras ( Dentre as NRs, está a Norma Reguladora de Segurança e Saúde no Trabalho na Agricultura, Pecuária Silvicultura, Exploração Florestal e Aquicultura – NR 31 (Portaria n. 86, de 03 de março de 2005 – DOU de 04 de março de 2005). A Portaria no 3067, de 12 de abril de 1988, foi criada para tipificar o disposto no Artigo 13 da Lei na 5889/73, que estatui normas reguladoras do trabalho rural. Aprovada e em Vigor desde março de 2005, a NR 31 foi um rande passo para o SGSSO do meio ag ícola, mas ainda pode ser melhorada, nos moldes do que foi feito na NR-18 e na NR-22, com planos específicos para trabalhos na construção civil e na mineração, respectivamente.

Instituições pesquisam a segurança e saúde no trabalho rural, como indicam os manuais da Fundacentro (Fundação Jorge Segurança e Medicina do Trabalho). O interesse acadêmico pode ser evidenciado em eventos cientiTicos, como a promoção anual da Associação Brasileira de Ergonomia e o Simpósio Brasileiro sobre Ergonomia e Segurança do Trabalho Florestal e Agrícola. A busca por vantagens competitivas faz com que as organizações e os governos se preocupem cada vez mais com a saúde dos trabalhadores, para maior produtividade e menores custos.

Como possuem potencial agressivo às saúde e integridade física dos trabalhadores, os riscos laborais apontados na legislação nacional são divididos em cinco classes, para facilitar o seu entendimento e auxiliar na sua identificação e indicar possíveis meios de tratamento. Os riscos existentes em um local de trabalho podem gerar agravos à integridade física dos trabalhadores. A tecnologia resente hoje permite que possam ser previstas possíveis falhas, além de antecipar os acidentes e doenças.

O trabalho agrícola apresenta riscos ocupacionais com gravidade variável, como a exposição a agrotóxicos, intempéries, desgaste físico, animais peçonhentos, dentre outros. A assistência médica corresponde aos segurados que receberam apenas atendimentos médicos para sua pronta recuperação para o exercício da atividade laborativa. A incapacidade temporária compreende os segurados que ficaram temporariamente incapacitados para o exercicio de sua atividade laborativa.

Como exemplo de riscos associados ao agronegócio, podemos citar o fisico, ruido, calor, umidade proveniente de atividades a céu aberto ou em galpões e radiações de origem solar. Em termos de legislação, apesar atividades a céu aberto ou em galpões e radiações de origem solar. Em termos de legislação, apesar de comprovadamente ocasionarem câncer de pele, as radiações ultra-violetas (LIV) provenientes do Sol não fazem parte dos riscos laborais.

Os efeitos de agentes caracterizados como riscos químicos no organismo podem ser inertes, alérgicos ou tóxicos, desde uma imples alergia, bronquite ou um resfriado até doenças fatais como asbestose, silicose ou, no caso de cortadores de cana, a bagaçose_ O efeito causado pela exposição a esses agentes dependerá diretamente da constituição química das partículas presentes somada à quantidade presente no ambiente e o tempo de exposição.

Os riscos biológicos se relacionam com os microorganismos que podem agredir a saúde e a integridade física de trabalhadores que exercem suas atividades laborais. Em termos de trabalho rural, é importante considerar os agentes biológicos com lta probabilidade de transmissão de doenças como dengue, leptospirose ou doenças virais.

A ergonomia é a ciência que estuda a adaptação do meio produtivo ao trabalhador, proporcionando, assim, que o ambiente de trabalho esteja cada vez próximo da realidade humana, minimizando os distúrbios funcionais no organismo do trabalhador. Assim, riscos ergonômicos podem ser identificados a partir da análise integral da tarefa, contemplando as fases de execução, ciclos de trabalho, carga de trabalho e descanso (caso seja necessário) e riscos em cada ponto da atividade.

No Brasil, a falta de um modelo de prevenção aos acidentes de trabalho, e o descumprimento das normas, ressalta 3 modelo de prevenção aos acidentes de trabalho, e o descumprimento das normas, ressaltam um duplo aspecto que reduz o crescimento do país: um elevado gasto em benefícios decorrentes de acidentes trabalho por parte do governo e perda da produtividade por parte das empresas devido aos custos dos acidentes. Acidentes no futuro podem ser evitados por meio da aplicação das lições aprendidas com os passados mas, para isso, é ecessário um banco de dados abrangente e completo.

Assim, é importante estudar a percepção dos trabalhadores rurais sobre os tipos de riscos laborais, para que, de posse de informações de situações reais, seja possível propor melhorias nos sistemas laborais visando assim ao aumento da segurança do trabalho rural. De outro lado, muitas vezes o trabalhador não percebe o risco ocupacional a que está submetido ou se acostuma com esse risco, ou seja, de acordo com o tempo em que já trabalha na atividade percebe menos seu risco.

Nesse aspecto, a informação os gestores, o cumprimento às normas e o treinamento são primordiais para esclarecer os trabalhadores sobre riscos e segurança ocupacional e para diminuir os acidentes laborais do agronegoc10. Acidente do trabalho Decreto no 611/92 de 21 de julho de 1992, Art. 139 – ocorre pelo exercício do trabalho a serviço da empresa, ou ainda, pelo exercício do trabalho dos segurados especiais, provocando lesão corporal ou perturbação funcional que cause a morte, a perda ou redução da capacidade para o trabalho, permanente ou temporária. 4DF4

Post a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*