Tempos modernos

Ensaios

No filme tempos modernos podemos observar os seguintes critérios: Operários são tratados como maquinas e não tenho direito a nada nem mesmo ao tempo de descanso e tendo somente uma autoridade que é o presidente da indústria, que através de câmeras observa seus funcionários e da à ordem para seu funcionário aumentar a velocidade para aumentar sua produção sem ao menos respeitar seus funcionários, exige tanto de seus funcionários que ate mesmo no horário de almoço tenta usar uma auto alimentadora para que seu funcionário se alimente ais rápido e assim voltar à produção.

A máquina alimenta fazendo com que os as refeições para pro acaba sufocando seu OF3 Swipe nentp o de almoço, os tempo durante a não funciona e perceber que o presidente da Indústria não tem preocupação nenhuma com seu funcionário. É possível também notar a limitação do trabalhador frente às atividades que desenvolviam.

Sendo que pois a preocupação do presidente era o aumento da produtividade, sendo assim seus operários eram tratados como escravo e exercia a mesma função para ter mais agilidade mas sem se preocupar com s consequências que isso poderia causar com os operários, pessoas insatisfeitas e frutadas tam Swige to víew next page também por não ter nenhum plano de carreira e nem treinamento. mostrando a desvalorização do indivíduo.

Os operários da indústria chegam a ficar paranoicos em seu serviço, por ser uma movimentação repetitiva, fazendo um trabalho forçado para não perder seu emprego, mesmo assim Charles Chaplin acaba perdendo seu emprego e por engano e foi preso sendo tratado como o líder de um protesto. As indústrias não tinham preocupação com seus operários, agando muito mal seus funcionários que não tinham nem moradia. Segundo os Teóricos mais críticos essa especialização dos trabalhadores era vantajosa apenas para os donos das fábricas, pois tinham a cada dia, profissionais mais rápidos e consequentemente mais produtivos.

Os operários viviam em função do trabalho sem ter nenhuma lei trabalhista. Podemos analisar de imediato que Taylor estava preocupado em Aumentar a produção para satisfazer a necessidade das demandas. E para que isso fosse possível ele teria que aproveitar ais sua mão de obra, capacitando cada operário para certo setor da fábrica, formando assim a divisão de trabalho e logo agilizando o processo de produção com o minimo de custo posswel.

No filme podemos reparar o horário em que as pessoas saíam para trabalhar e o horário que elas voltavam, ficando o dia todo na mesma função, Charles Chaplin, o operário responsável por apertar voltavam, ficando o dia todo na mesma função, Charles Chaplin, o operário responsável por apertar parafusos durante todo dia numa linha de montagem, e acaba ficando doente mental por star sempre fazendo a mesma função, com isso acaba fazendo confusão em seu setor e vai para dentro da máquina, fazendo que seu setor pare para retirar ele, e dessa forma podemos ver como o homem era tratado, uma maquina.

Ele acaba sendo preso por injustiça quando entrar por engano na frente de um manifesto, e é preso como líder do protesto. Após ser liberado da prisão ele recebe uma carta de confiança do Xerife, mas em busca de um novo emprego acaba não conseguindo se adaptar a nenhum por falta de treinamento, sendo assim não tem oportunidade e nem condições para ontinuar em seu emprego.

A Teoria de Taylor não foi bem aplicada nas indústrias do filme, sobre pontos como a boa remuneração dos trabalhadores, e incentivos morais e respeitando as condições humanas, a sua teoria visava o foco da Produção. Neste ponto as empresas exploraram bem a Teoria. Finalizado com o exemplo da linha de montagem, gerando a divisão de trabalho. A racionalização do trabalho, Intensificando o tempo de trabalho do operário. Garantindo assim uma produção maior e suficiente para garantir a demanda desejada. 3

Post a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*