Escola dos efeitos desejados

Ensaios

Universidade de Évora: Escola Superior de Enfermagem São João de Deus Unidade Curricular: Teorias de Enfermagem Docente: Gabriela Calado 240CLE Escola dos Efeitos Desejados Discentes: * Diana Rodrigues +29932 * Fábio peixeiro * João Côrte-Real n029457 * JOã0 Silva ‘102912 * Patrícia Paulino n Vasco Nunes na2 Objectivos: ar 3 6 to view nut*ge * Definir e contextualizar a Escola dos Efeitos Desejados no paradigma correspondente; * Características da respectiva escola; * Enunciar as teóricas que contribuíram para a formação desta escola, bem como os modelos que em se basearam. ??Porque é que os enfermeiros fazem o que fazem? ” (Meleis 1991 ) A Escola dos Efeitos Desejados insere-se no Paradigma da Categorização, que se contextualiza entre os anos 1950-1975, onde o seu foco de interesse é a Pessoa. Neste período surgiram as ciências sociais, tais como, a Psicologia e a Sociologia. Sofreu influências das Teorias dos níveis e adaptação, do variaveis fisiológicas, psicológicas, socio-culturais e espirituais ligadas ao desenvolvimento. Neuman, 1982) * Pessoa- é um ser bio-psico-socio-cultural e espiritual, estando m constante interacção com o meio envolvente/ambiente; * Cuidados de Enfermagem- são perspectivados como intervenções que visam a integridade da pessoa e que se interessam por todas as variáveis que têm efeito sobre a resposta da pessoas aos agentes de stress, com o objectivo de lhes reduzir o efeito (Lopes, 1999) Intervir significa- AGIR COM * Tenta conceptualizar os resultados ou efeitos desejados dos cuidados de enfermagem.

Objectivos finais: o estabelecimento da estabilidade, do equillbno, da homeostasia e da preservação de energia. «A Escola dos Efeitos Desejados propõe fins alargados e mbiciosos para os cuidados de enfermagem destinados ? Pessoa, vista como um sistema. » Teóricas que influenciaram a Escola dos Efeitos Desejados: Callista Roy * Nasceu a 14 de Outubro de 1939, em Los Angeles. * Era membro da Ordem religiosa, das Irmãs de José de Carondelet. k A sua investigação iniciou-se em 1 964, sendo depois o Modelo de Adaptação publicado em 1976. Roy trabalha com 5 elementos essenciais: -A Pessoa; -O Ambiente; -A Saúde; -As actividades de Enfermagem e; -Os objectivos da Enfermagem. Lydia Hall * Nasceu a 21 de Setembro de 1906, em Nova lorque objectivos da Enfermagem. Nasceu a 21 de Setembro de 1906, em Nova lorque e faleceu em 1969. Desenvolveu a Filosofia do Cuidado. Dorothy E.

Johnson * Nasceu em 1919 na Geórgia e faleceu em 1999; * Sofreu a influência de Florence Nigthingale. * Desenvolveu o Modelo do Sistema Conceptual; A importância do conhecimento é baseada em pesquisa. Myra Levine ‘k Nasceu na cidade de Chicago em 1920 e faleceu no ano de 1996; * Desenvolveu o Modelo Conceptual; * Os principais conceitos para si são: O holismo, a integridade e a conservaçao. * Iniciou as suas primeiras publicações na década de 60.

Betty Neuman Nasceu em 1924, na cidade do Ohio; ‘k Foi precursora no campo da participação dos cuidados na saúde mental da comunidade; * Começou a desenvolver o seu modelo, o Modelo de Sistemas, em1966, ao falar na saúde mental da comunidade, na UCLA. Bibliografia/Webgrafia: * KÉROUAC, S. et al. – La pensée infirmiàre. Laval, Maloine, 1994; * ROY Callista, Teoria da Enfermagem – O Modelo de adaptação de Roy, Lisboa (1981); * GEORGE Julia 3 e Colaboradores, Teorias de Enfermagem – Os Fundamentos à Prática Profissional 4. a edição, ARTEME-D E-ditora, porto Alegre (2000); AIGF3rl(F3

Post a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*