Impactos da aplicação de vinhaça em alguns parâmetros químicos do solo e no desenvolvimento da cana-de-açúcar.

Ensaios

I FACULDADE DE ENGENHARIA “CONSELHEIRO ALGACYR MUNHOZ MAEDER” AMBIENTAL IMPACTOS DA APLIC QUÍMICOS DO SOLO AÇUCAR. LGUNS PARÂMETROS O DA CANA-DE- PACE to view nut*ge Presidente Prudente — 2010 FIC PAULO VINICIUS p. GALVÃO IMPACTOS DA APLICAÇÃO DE VINHAÇA EM ALGUNS PARÂMETROS QUÍMICOS DO SOLO E NO DESENVOLVIMENTO DA CANA-DE- AÇUCAZ Trabalho de Conclusão de Curso, apresentado a Faculdade de Engenharia “Conselheiro Algacyr Munhoz Maeder” Curso de Engenharia Ambiental, Universidade do Oeste Paulista, como parte dos requisitos para a sua conclusão.

Presidente Prudente, 06 de Dezembro de 010. BANCA EXAMINADORA prof. Dr. Carlos Henrique dos Santos Prof” Dr. Ângela Madalena M. Godinho examinador Engo Amb. Esp. André Luis de Oliveira Garcia DEDICATORIA PAGF 38 me tratou com grande confiança, se tornando um grande amigo, sem o qual eu não teria conseguido chegar até onde cheguei. Mais uma vez, muito obrigado professor. Ao amigo André Luis, que me ajudou no experimento, a quem eu sempre contei nos momentos complicados que passei para realizar este trabalho, um verdadeiro companheiro. O meu muito obrigado!

A UNOESTÉ (Universidade do Oeste Paulista) que través dos seus funcionários da Horta, do Viveiro de mudas, do Laboratório de Solos, de Tecidos Vegetais, Química e Microbiologia, nunca mediram esforços para ajudar-me. A todos meus familiares e amigos que confiaram em mim, e de alguma forma, fizeram parte dessa grande conquista. litros para cada litro de etanol produzido. Este efluente altamente colorido é um sub-produto rico em nutrientes, principalmente matéria orgânica, tendo um alto potencial poluente quando disposto no ambiente.

O objetivo desse trabalho foi avallar os efeitos químicos que a vinhaça causa em solos agrícolas. O xperimento foi desenvolvido no orquidário da Faculdade de Ciências Agrárias. AS variedades de cana (RB 867515 e R3 72454) foram colocadas em recipientes plásticos (vasos) com capacidade para 9 dm3 de solo. Os tratamentos consistiram em adicionar nos recipientes 200 malha; 400 malha; 600 malha e 800 malha de vinhaça. Os tratamentos foram distribuídos de acordo com delineamento estatístico fatorial, com três repetições.

Amostras do solo foram coletadas após o término do expermento (11 6 dias) para a quantificação dos nutrientes, pH e a condutividade elétrica presentes nos mesmos. Os resultados foram submetidos à análise de variância, avaliando-se o efeito dos tratamentos pelo teste de Tukey ao nível de 5% de probabilidade. Entretanto, considera-se que o fator tempo foi decisivo para a sua conclusão. palavras-chave: Cana-de-açúcar – Vinhaça. 8 of fuel to their automobiles, by doing this they are contributing to the vinasse production as one of the sub products from the ethanol.

The vinasse is a remain from the alcohol production after the must fermentation and the wine s destlllation, resulting from 10 to 18 liters to each ethanol liter produced. This effluent highly olorful is a sub product rich in nutrients, mainly organic matter, with a high potential pollutant when spilled on the environment. The goal ofthis work was to evaluate the chemical effects that the vinasse causes to agricultural soils. The experiment was developed at the orchid place of the College of Agricultural Sciences.

The cane varieties (RB 867515 and RB 72454) were put into plastic containers (vases) with a capacity of 9drna of soil. The treatments consisted in add into the containers 200m3/ha; 400m-Yha; 600 m-Yha and 800 rn3/ha of vinasse. The treatments were distributed according to the factorial statistical design, ith three repetitions. Soil samples were collected after the experimental ending (116 days) to the nutrients quantification, pH and the eletrical conductivity present on them.

The results were submitted to variance analysis, evaluating the effect ofthe treatment by the Tukey’ s test to the level of 5% of probability. Therefore, it s considered that the factor time was decisive to its concluson. Key words: Sugarcane – Vinasse. PAGF s 8 132 I FIGURA 4 l- Plantio das variedades RB 867515 (esquerda) e RB 72454 (direita). I FIGURA 5 134 IFIGURA6 135 FIGURA 8 corte. I FIGURA9 IFIGURA IO (direita). IFIGURA 11 37 Adlção de vinhaça nos vasos. – I Tanque de armazenamento da vinhaça. – Corte da cana.

Plantas em crescimento após o primeiro 36 Adição de vinhaça no experimento. Medição do diâmetro (esquerda) e altura Retirada de amostras de solo. PAGF 6 38 I TABELA 5 l- I Resultados médios da caracterização química da vinhaça utilizada no experimento. l- IAnálise de variâncla para o parâmetro pH em solo cultivado com duas variedades de cana-de-açúcar. 39 ITABELA 7 l- IValores médios de pH em função do manejo do solo com doses de vinhaça. 40 | l- IValores médios de pH das amostras de erra coletadas em função do manejo do solo com doses de 140 ITABELA 9 I vinhaça. – IAnálise de variância para o parâmetro fósforo com duas variedades de cana-de-açúcar. 142 ITABELA 10 ITeores de fósforo nas amostras de terra coletadas em função do manejo do solo com doses de 142 ITABELA 11 I I vinhaça. – IValores médios de fósforo nas amostras de terra coletadas em função do manejo do solo com doses 143 ITABELA 12 nos solos. ITABELA 13 I de vinhaça. Resultados médios dos teores de fósforo 144 IValores de F calculados pela análise de variância para o parâmetro potássio em solo cultivado 145 PAGF 7 8 . com duas variedades de cana-de-açúcar.

ITABELA 14 Valores médios dos teores de potássio nas amostras de terra coletadas. 45 | ITABELA 15 – I Teores de potássio nas amostras de terra coletadas em função do manejo do solo com doses de 46 | ITABELA 16 – IAnáIise de variância para os teores de sódio em solo cultivado com duas variedades de 147 cana-de-açúcar e manejado com doses de vinhaça. ITABELA 17 – I Teores de sódio nas amostras de terra coletadas em função do manejo do solo com doses de 47 ITABELA 18 – IValores médios dos teores de sódio nas mostras de terra coletadas. 8 ITABELA 19 I TABELA 20 condutividade elétrica. ITABELA 21 nas amostras de terra coletadas em função de doses de 151 – I Resultados médios dos teores de sódio – IAnálise de variâncla para o parâmetro de 150 – Valores médios da condutividade elétrica I TABELA 22 I Condutividade elétrica nas amostras de terra coletadas em função do manejo do solo. 52 | LIST de terra coletadas em função do manejo do solo. LISTA DE SIGLAS Al – Alumínio B- Boro C – Carbono ca- CE – Condutividade Elétrica Co – Cobalto Cl – Cloro Cr – Cromo Cao – Óxido de Cálcio

CETESB – Companhia Ambiental do Estado de São Paulo CTC – Capacidade de Troca de Cátions 152 Cu – Cobre DBO – Demanda Bioquími CONCLUSÃ053 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 54 1. INTRODUÇAO Estimativas realizadas pela União da Indústria de Cana-de- Açúcar (UNICA) apontam para um aumento de 10% na moagem de cana-de-açúcar na safra 2010/11. O total projetado para a nova safra deve atingir 595,89 milhões de toneladas, contra os 541 milhões de toneladas estimados para a safra 2009/2010 (UNICA 2010a). A produção de etanol or sua vez, deverá atingir 27,39 bilhões de litros, crescend os 23,70 bilhões de

Post a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*